Sentimentos

Veracidade em devaneios

Assim como o sol se põe , os desejos se dispõe a fazerem de você constelações até amanhecer .

Pela manhã um café quente , acompanhado de sonhos ardentes te levam a outros continentes até o entardecer.

O tempo esfria e chega a tarde, pela janela procuras a veracidade  que se esconde em veleidades até anoitecer.

Quando amanhece tudo se repete , as ilusões prevalecem a dúvida se repete e única certeza é viver .

Padrão
Leve pra vida

Poesia é…

​Poesia é como o vento que bate  a porta segundos antes daquela visita indesejável chegar de surpresa.
Poesia é o que conserva o brilho no olhar ao vermos quem amamos, é o que faz o imperfeito apresentar-se perfeito diante dos nossos olhos.
Poesia é o trem que passa sem parar é o vento que refresca, é a cada gota d’água do rio ou do mar.
Poesia é o gosto do beijo é a ansiedade, é o desejo , a coragem que nos leva adiante é a pedra que se move, são os Montes mais aprazíveis de se ver.
Poesia é o amor, é a dor que nos leva a diferentes extremos , é o que torna o mundo tão grande em pequeno quando decidimos conquistar.
Poesia é paz que apraz é a riqueza das mais diversas belezas, é bem de infinda realeza bom seria que todos pudessem conhecer.

Padrão
Sentimentos

Acalma-te coração, tão novo para tanto anseio… 💓

​Oh coração , tão novo pra tanto anseio 

Aquieta esse teu jeito

Senão vai sofrer assim.


Oh sonhos, não roubem minhas energias

Não aborreça minha alegria

Me deixe livre para viver.


Oh paz, volte aqui agora!

Monte em minhas costas

Tenho planos com você.


Oh fé, por quê tem se abalado tanto?

Não olhe pro que dizem

Guarde só o que não te faz sofrer.


Oh Deus, Tenho corrido tanto

Contra o tempo que já não sei 

quando pararei de correr. 

É que me vejo tão pequena sem 

forças e juvena preciso de ti Pai do 

céu para sobreviver!

Padrão
Sentimentos

​Quero de ti nunca esgueirar!

Sinto o coração bater forte

Cheiro de paixão à exalar

O relógio não gira o ponteiro

Parece se distrair ao ver o mar

Olho pro céu avisto um Cruzeiro

Examino num retrato o seu olhar

Quem dera continuarmos assim apaixonados

Até depois que o fim chegar.

Não quero te ter mais distante

Ao ponto de não poder te tocar

Na minha vida és pedra brilhante

Que ilumina meu caminhar

E que teu perfume tão exalante 

Possa de mim nunca escampar

Quero-te mais que antes

Que não podia te falar

Hoje lutamos bastante 

Para que esse amor não venha se acabar.

Padrão