Leve pra vida

Exemplos das coisas que estou falando…

​Pense em quantas vezes a realidade estava na ponta do nosso nariz, e nós fingimos não enxergar, ou tentamos deixar pra lá, fingir que não viu, só para não sair da zona de conforto preferimos dizer que não dói ou que se mexer vai doer mais ainda e vai passando o tempo e as coisas vão ficando sem consertar, de repente passa dias, meses, anos mas não nos damos conta do período que está se passando. Esquecemos que a  velhice anda prestes a chegar, e quando a canseira bater e as forças esmaecer, ao acordar poderemos perceber a quantidade de tempo que desperdiçamos , achando que estava com a razão e por isso fomos empurrando com a barriga, como se fosse o melhor a ser feito,  deixando de lado as coisas e os defeitos que temos para consertar .

Exemplos das coisas que estou falando é aquele perdão que deixamos de aceitar quando encontramos nossos ofensores, exemplo das coisas que estou falando é também aquela/e garota/o de coração partido e aos prantos que por amar você foi trouxa e isso a/o fez sofrer. Estou falando daquela tarde que preferimos assitir séries e deixamos a criança de lado esquecendo que ela também nos diverte. É preciso lembrar também do dia da vingança, e achamos que machucar alguém seria a melhor coisa a se fazer, deixando se esquecer que o destino corre desesperadamente atras de mim, atrás de você, para mostrar quem tinha razão.

Há diversas outras coisas que deveríamos lembrar assim como todos perdões soltos pelo ar , sim aqueles mesmo no qual sabíamos que não estávamos certos mas nem por isso conseguimos pedir perdão …

É preciso ter pressa para consertar  nossos erros pois não sabemos quando tudo irá se acabar e restar apenas o que temos feito de bom ou ruim.

Padrão
Leve pra vida, Sentimentos

É perdão que está faltando.

​Posso nao ser a filha preferida da minha mãe, posso não ser a melhor aluna da escola, posso nao ser considerada melhor amiga ou namorada, o que mais me importa é saber que eu tento. Nao é que eu tento ser “a melhor”, ” a predileta”, é que na verdade meu alvo é fazer o que realmente me interessa. Me interessa fazer o correto, me interessa dar o melhor de mim , ainda que as vezes nao consiga, sinceramente, quase a maioria da vezes não consigo, ou quem sabe nunca mesmo, ah melhor decidir isso depois. Mas enfim, por mais que tente fazer o que me parece certo ,como por exemplo, tratar as pessoas da forma que deve acabo errando e a partir do momento que erro perco o direito que todo ser humano tem: o de errar. As vezes acho que as pessoas querem conviver com gente perfeita e por isso não toleram falhas das outras, e se for o amor que faz perdoar entendo que é amor que está faltando.

O problema é que não planejo fazer o errado, não planejo magoar as pessoas que amo, acaba acontecendo e o pior de tudo é que nunca se sabe quando as pessoas guardam mágoas ou não, e de um pequeno vacilo ou que o para mim não parecia nem ser um erro acaba me fazendo sofrer por muito tempo, porque dói ser esquecida, dói ser colocada em segundo plano desde que seja por pessoas que amo.

Padrão